MENU
  • 29/05/2017

    Feirão do imposto em Criciúma é marcado por inauguração de impostômetro

    Compartilhar:

    O Dia D da Campanha do Feirão do Imposto foi marcado em Criciúma pela inauguração do primeiro impostômetro da região, na manhã desse sábado, na Associação Empresarial de Criciúma (Acic). O painel registra em tempo real a quantia arrecadada de tributos nas esferas municipal, estadual e federal e já foi inaugurado atingindo R$ 890 milhões, montante recolhido de janeiro até o momento. Estimativa é que a arrecadação de impostos no Brasil chegue a R$ 2 trilhões neste ano.

    “O objetivo da Acic em instalar o impostômetro é justamente de tornar transparente o volume gigantesco de impostos que são pagos pelo cidadão, que se contradiz com a péssima qualidade dos serviços oferecidos pelo governo. Há um grande paradoxo entre o que se arrecada e a aplicabilidade desses recursos”, destaca o presidente da Acic, César Smielevski.

    O presidente da Associação de Jovens Empreendedores (AJE) de Criciúma, Mário N. Westrup, ressalta que a iniciativa da AJE e da Acic procurou fugir do modelo tradicional de impostômetro, no formato de totem. “O que procuramos fazer foi um modelo que pudesse ser replicável. Uma forma inteligente e barata de conscientizar a população, e que possa ser reproduzida em sites, televisores. Já nas próximas semanas iremos firmar parcerias para replicar em outros locais”, informa.



    Nessa edição, o Feirão do Imposto, que teve como tema “Chega de Mão Grande” - Ação contra a corrupção e a favor do retorno dos impostos, também contou com o apoio dos observatórios sociais. “Realizamos também nessa semana um painel com a temática “Impostos e corrupção - o que você tem a ver com isso?”, que teve a participação do Observatório Social de Criciúma e da Promotoria de Justiça. Estamos vendo grandes empresas sendo protagonistas de escândalos de corrupção no Brasil e precisamos conscientizar os jovens empresários para que não levem essas empresas como exemplos”, completa Westrup.

    Segundo a organização das Nações Unidas estima-se que, aproximadamente, R$ 200 bilhões, são desviados no Brasil, por ano. Este valor significa três vezes o orçamento da saúde ou educação, e cinco vezes o orçamento da segurança pública.

    O Feirão do Imposto foi realizado em mais de 120 cidades brasileiras nesse sábado. Em Santa Catarina, mais de 60 municípios participaram do movimento.

    VOLTAR

    Os comentários abaixo, são de inteira responsabilidade de seus autores.

CAYMAN BACKEND